Suzane von Richthofen sai de presídio para o Dia das Mães

Condenada pela morte dos pais, Suzane von Richthofen saiu na manhã desta sexta-feira (12) da Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, para o Dia das Mães. O namorado dela foi quem a buscou na saída.


O benefício foi concedido aos presos que tiveram bom comportamento entre aqueles do regime semiaberto. Ela deve voltar na próxima quarta-feira (17).
Condenada a 39 anos de prisão em 2006, Suzane von Richthofen consegui progressão do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015. Em março de 2016, ela teve a primeira saída temporária – por conta da Páscoa.

Em maio do mesmo ano, ela deixou a prisão para o Dia das Mães, e na volta foi mandada para a cela solitária por ter mentido sobre o local onde estaria durante a liberação. Apesar da infração, em agosto ela foi liberada mais vez, agora para o Dia dos Pais.

Além de Suzane, Daniel e Cristian Cravinhos de Paula e Silva também foram condenados pelas mortes do engenheiro Manfred von Richthofen e da esposa dele, Marísia. Eles foram mortos em 2002 enquanto dormiam. Uma decisão da Justiça de São Paulo excluiu Suzane da herança dos pais, estimada em R$ 3 milhões na época do crime.

ver mais notícias