STF nega pedido de prisão contra Renan , Sarney e Jucá

BRASÍLIA – O ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, negou nesta terça-feira o pedido de prisão contra Renan Calheiros (PMDB-AL) , Romero Jucá (PMDB-RR) e José Sarney (PMDB-AP). O pedido foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Teori sustentou que não poderia aprovar a prisão por conta de imunidade parlamentar e não era caso de flagrante.

“Ao contrário do que sustenta o Procurador-Geral da República, nem se verifica – ao menos pelos elementos apresentados – situação de flagrante de crimes inafiançáveis cometidos pelos aludidos parlamentares, nem há suficiência probatória apta, mesmo neste momento processual preliminar, a levar à conclusão de possível prática de crimes tidos como permanentes”, disse o ministro no despacho.

ver mais notícias