STF julga duas ações da AGU para anular parecer da comissão do impeachment

BRASÍLIA — O Supremo Tribunal Federal começou a julgar no fim da noite desta quinta-feira dois mandados de segurança feitos pela Advocacia-Geral da União (AGU), pedindo a anulação do parecer do relator da comissão do impeachment a favor da continuidade do processo contra a presidente Dilma Rousseff. A AGU argumenta que já ilegalidades na elaboração do parecer e nos trabalhos da comissão, assim como em sua leitura em plenário. E pede que seja realizado um novo parecer, que verse apenas sobre os supostos crimes de responsabilidade, objetos da única denúncia originalmente recebida pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

ver mais notícias