CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Se impeachment passar na Câmara, PMDB pode ceder relatoria do Senado a tucano

Se impeachment passar na Câmara, PMDB pode ceder relatoria do Senado a tucano

Da redação | 14/04/2016 12:40

BRASÍLIA – A relatoria da comissão processante do Senado que poderá decidir pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff, se o impeachment for aprovado domingo na Câmara, pode ficar nas mãos do senador tucano Antônio Anastasia (MG). O líder do PMDB na Casa, Eunício de Oliveira (CE) foi sondado pelo vice-presidente Michel Temer para ser relator na comissão, mas ele afirmou que não tem interesse em exercer a função. Acha que como candidato a suceder o presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado, a função lhe criaria arestas.

O PMDB, partido de Temer, será responsável por indicar o relator ou o presidente do colegiado pelo fato de ser o maior partido no Senado. A segunda escolha ficará ou com o PT ou com o PSDB, pois ambos têm 11 senadores. Os tucanos dizem que, como Dilma é do PT, isso inviabilizaria a participação do partido no comando da comissão.

Com a resistência de Eunício, o PMDB pode ceder a relatoria para o tucano Antônio Anastasia, considerado um parlamentar ponderado e neutro. Em troca, o PMDB presidiria a comissão.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA