CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Renan diz que recesso do Congresso em julho ainda é indefinido

Renan diz que recesso do Congresso em julho ainda é indefinido

Da redação | 28/06/2016 20:20

BRASÍLIA — O Congresso não deverá ter recesso oficial em julho para não comprometer os trabalhos da comissão especial do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse, nesta terça-feira, que haver recesso formal ou não dependerá da aprovação ou não da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017 até dia 17 de julho. Pela Constituição, o Congresso só pode entrar em férias se aprovada a LDO até essa data. Nos últimos anos, a LDO não tem sido aprovada no prazo, e o Congresso tem entrado no chamado recesso branco (não oficial).

— Se votarem a LDO na Comissão Mista de Orçamento (CMO), vamos fazer o recesso, de 17 de julho a 2 de agosto. Se não votarmos a LDO, aqui no Senado pelo menos, onde estamos com tudo em dia, absolutamente em dia, nós vamos fazer ordem do dia até o dia 13, 14, depois teremos sessões normais, mas sem ordem do dia até agosto — disse Renan.

Apesar de legalmente o recesso interromper os trabalhos da comissão, Renan disse que as reuniões da comissão não seria comprometidas com ou sem recesso.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA