Presidente da Volkswagen pede desculpas aos acionistas pelo ‘dieselgate’

RIO – O presidente da Volkswagen, Matthias Müller, pediu desculpas nesta quarta-feira aos acionistas do grupo pelo escândalo dos resultados de emissões poluentes manipulados, que provocou uma grave crise na montadora alemã.

“Em nome do grupo Volkswagen (…) peço desculpas a vocês, os acionistas, por ter traído sua confiança na Volkswagen”, declarou em seu primeiro encontro com os acionistas, nove meses depois da explosão do “dieselgate”.

Os executivos do grupo Volkswagen enfrentam nesta quarta-feira as perguntas e as críticas dos pequenos acionistas na primeira assembleia geral do grupo desde que a VW admitiu em 2015 ter manipulado os motores de 11 milhões de veículos a diesel para que apresentassem resultados menos poluentes do que a realidade.

ver mais notícias