Presidente da Comissão do Impeachment diz que Câmara não tem mais ingerência sobre processo

BRASÍLIA – O presidente da Comissão do Impeachment do Senado, Raimundo Lira (PMDB-PB), afirmou no início da tarde desta segunda-feira que a decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), de suspender o processo de impeachment foi equivocada. Na avaliação de Lira, a partir do momento em que o Senado passou a tratar do processo, a Câmara perdeu qualquer ingerência sobre o tema:

— Com relação à decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, tenho a informar à opinião pública brasileira o seguinte: primeiro, a sessão de admissibilidade da Câmara dos Deputados seguiu rigorosamente o que preconizou, o que determinou, o Supremo Tribunal Federal. E no momento em que a Câmara protocolou a denúncia no Senado Federal, a Câmara perdeu qualquer ingerência sobre o processo de impeachment. Portanto, isso que o presidente da Câmara decidiu foi uma decisão essencialmente política e, no meu entendimento, equivocada.

ver mais notícias