CM7

 
Manaus, 23 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Presidente da Caixa diz que operações do banco serão revisadas

Presidente da Caixa diz que operações do banco serão revisadas

Da redação | 01/07/2016 17:10

BRASÍLIA — A Caixa Econômica Federal vai revisar as operações realizadas pelo banco que estão sendo investigadas pela Polícia Federal. O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, disse nesta sexta-feira, no entanto, que o banco não vai fazer apuração em relação à conduta do ex-vice presidente Fábio Cleto, porque ele não tem mais vínculo empregatício com a Caixa.

— O que saiu hoje na imprensa diz respeito a uma delação de um ex-vice presidente da Caixa e que não tem vínculo empregatício com a Caixa, então nós não temos como fazer nenhum tipo de apuração com relação a essa pessoa. O que nós estamos fazendo é uma revisão das operações que foram aprovadas pela Caixa dessas empresas que estão eventualmente sendo citadas — disse Occhi, em solenidade de entrega de casas do programa Minha Casa Minha Vida do Distrito Federal.

Por decisão do ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato, a PF prendeu nesta quinta-feira o doleiro Lúcio Funaro, citado na delação premiada de Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa. Na delação, ele relatou como era feita a partilha do esquema de corrupção, e confirmou o pagamento de propina ao presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em contratos com recursos do Fundo de Investimento do FI-FGTS.

Segundo Occhi, o banco estatal tem um sistema de governança que analisa toda operação e, se houver um voto contrário, a operação não é aprovada.

— Há uma deliberação tácita de todos nós de haver consenso em todas as operações. A Caixa tem essa preocupação, nós temos todas as operações, estão em dia com o grupo que está sendo citado. Então nós vamos continuar trabalhando, se houver alguma demanda do MPF, da PF, questionamentos com relação as operações, nós estamos à disposição, vamos passar — afirmou.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA