PM é morto e filha de 10 anos baleada em suposto assalto

Um policial militar foi assassinado a tiros neste domingo (23) durante um suposto assalto na Zona Portuária do Rio. De acordo com a corporação, a filha dele, de 10 anos, também foi baleada, mas sobreviveu. Nenhum suspeito foi preso.Segundo a PM, o crime ocorreu em uma loja na Rua Sacadura Cabral, na Saúde. O policial e a filha, que foi baleada em uma das pernas, foram levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, e depois transferidos para o Hospital Central da PM. O militar não resistiu aos ferimentos.
saiba mais
Mais de 110 PMs foram mortos de janeiro a setembro nas ruas do RJ
A PM disse, em nota, que não divulgaria o nome do policial “por respeito à família” e afirmou estar empenhada em identificar e prender os envolvidos no crime.
“É sempre com pesar que a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro recebe a notícia do falecimento de seus policiais militares. O Comando da Corporação está dedicado a prestar todo apoio à família, além de prestar as últimas homenagens a este policial. A Corporação concentrou esforços para prender os criminosos envolvidos no crime”, destacou a PM em comunicado enviado à imprensa.
De acordo com a Polícia Civil, informações preliminares colhidas no local do crime indicaram que o policial teria reagido a um assalto. Até o fim da tarde, as polícias não tinham informações sobre os suspeitos.

Mais de 110 PMs mortos
Nos nove primeiros meses de 2016, 114 policiais militares foram mortos no Rio de Janeiro. A maioria durante o horário de folga. Outros 556 foram baleados e sobreviveram. Os dados foram apresentados no dia 20 de outubro na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que apura as causas de mortes e incapacitações de profissionais de segurança pública no Estado. Os dados são da Polícia Militar.

ver mais notícias