PGR pede a abertura do sexto inquérito contra Collor na Lava-Jato

BRASÍLIA – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de mais um inquérito contra o senador Fernando Collor (PTC-AL) por suspeita de participação no esquema de desvios da Petrobras. O ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no tribunal, vai decidir se instaura as novas investigações. Atualmente, o parlamentar responde na mais alta corte do país a cinco inquéritos por suspeita de envolvimento com os desvios apurados na Lava-Jato. Janot apresentou denúncia contra Collor e mais oito pessoas em uma das investigações.

No novo pedido de abertura de inquérito, o procurador-geral suspeita que Collor tenha cometido o crime de corrupção passiva. O caso está protegido por segredo de Justiça.

Janot apresentou denúncia contra Collor e mais oito pessoas em uma das investigações, em agosto do ano passado. O senador foi acusado de ter recebido, com um grupo de auxiliares, propina no valor de R$ 26 milhões, entre 2010 e 2014. O dinheiro teria sido desviado de contrato da BR Distribuidora, uma subsidiária da Petrobras.

Veja aqui todos os investigados pela Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal.

ver mais notícias