PGR apresenta terceira denúncia contra Cunha ao Supremo

BRASÍLIA – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou mais uma denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nesta sexta-feira. O inquérito trata de suposta propina paga ao parlamentar para, em troca, liberar dinheiro do FGTS para o projeto do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. A liberação teria sido viabilizada por Fábio Cleto, aliado de cunha que ocupou uma vice-presidência da Caixa Econômica Federal.

Essa é a terceira denúncia que Janot apresenta contra Cunha ao STF. A primeira foi recebida em maio e trata de suposta propina recebida por Cunha para, em troca, viabilizar contratos de navios-sonda pela Petrobras. A segunda denúncia deverá ser julgada ainda neste mês e trata de suspeita de que Cunha manteve contas secretas na Suíça.

ver mais notícias