PF indicia deputado Aníbal Gomes em inquérito da Lava-Jato

BRASÍLIA – A Polícia Federal (PF) indiciou o deputado Aníbal Gomes e uma pessoa ligada a ele num dos inquéritos da Operação Lava-Jato. Mas o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), investigado no mesmo processo, não foi indiciado. O inquérito policial já foi concluído e entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), corte responsável por julgar parlamentares.

Aníbal e Renan são investigados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, envolvendo o desvio de recursos da Diretoria de Abastecimento da Petrobras. Segundo a PF, o indiciamento é decorrente de provas colhidas durante a investigação, em especial dados obtidos a partir da quebra de sigilos bancário e fiscal, além de testemunhos, documentos e relatórios de inteligência.

ver mais notícias