Paulinho diz que Temer pretende aumentar Bolsa Família

BRASÍLIA – Em mais um dia de conversas com deputados que pretendem votar a favor do impeachment de Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer disse a aliados, nesta sexta-feira, que pretende aumentar o valor do Bolsa Família caso assuma a Presidência da República. O discurso foi feito à bancada do Solidariedade na Câmara, que esteve por cerca de uma hora no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice.

— Ele (Temer) disse que acha que o Bolsa Família não pode durar para sempre. Mas como o país ainda tem muitas pessoas pobres é importante dar um aumento nesse momento, porque o Bolsa Família foi comido pela inflação – declarou o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP).

Segundo Paulinho, o vice-presidente ouviu os 14 deputados da bancada e depois fez uma fala “dura contra o governo e o desrespeito às instituições”. De acordo com o líder sindical, Temer também firmou o compromisso de se aproximar do Congresso e de “reunificar o país”, expressão que tem utilizado continuamente.

O presidente do Solidariedade negou ter tratado com Temer de cargos num possível governo e do projeto que flexibiliza as regras da terceirização, em tramitação no Congresso Usando fitas verde e amarelas em volta do pescoço e com um adesivo com a frase “Impeachment Já” colado no paletó, Paulinho disse que iria se preparar para organizar um panelaço durante um possível discurso da presidente Dilma em rede nacional na noite desta sexta-feira.

Procurada, a assessoria de Temer não quis comentar a informação dada por Paulinho da Força.

ver mais notícias