CM7

 
Manaus, 23 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Paes vai a ‘evento secreto’, e fiscalização do TRE-RJ diz ter sido autopromoção

Paes vai a ‘evento secreto’, e fiscalização do TRE-RJ diz ter sido autopromoção

Da redação | 05/07/2016 06:20

RIO – O prefeito do Rio, Eduardo Paes, participou no último domingo de um evento destinado a mototaxistas na quadra da escola de samba Estácio de Sá, na Zona Norte do Rio. O encontro não estava na agenda do prefeito. Acionados por denúncia anônima, fiscais do TRE-RJ compareceram à reunião e verificaram que, no palco, ao lado do prefeito, estavam o secretário-executivo de coordenação de Governo, Rafael Picciani, o vereador Thiago K. Ribeiro (PMDB), pré-candidato à reeleição, e Lucas Chagas, que será candidato e dizia representar a categoria.

De acordo com a Fiscalização do TRE-RJ, a irregularidade foi usar um ato administrativo para promover pré-candidatos. Fiscais relataram que, quando o prefeito percebeu que o evento seria filmado, ele ressaltou que “não estava ali para pedir votos”.

– Hoje tem aí o Facebook e o WhatsApp para divulgar os vídeos, e eu estou frito. E para completar, ainda tem a Fiscalização do TRE-RJ que está aí – disse.

Os vídeos do evento serão encaminhados ao Ministério Público Eleitoral, responsável por entrar com as ações em casos de irregularidades. A campanha oficial só começa no dia 16 de agosto, data a partir da qual será permitido pedir votos.

Para o coordenador estadual de fiscalização de propaganda, juiz Marcello Rubioli, houve irregularidade na presença dos pré-candidatos:

– Com a ajuda do prefeito, ele usou um ato de aparente caráter administrativo para autopromoção.

No convite para o ato, com o logotipo da prefeitura, havia a frase: mototaxista, a prefeitura trabalhou e sua profissão agora está regulamentada. E convocava a categoria para “conhecer as regras e saber como trabalhar legal”.

De acordo com fiscais, foram identificados alguns pré-candidatos a vereador que estavam no local, ,mas eles não subiram ao palco e deixaram a quadra antes do discurso do prefeito.

Paes disse, por meio de sua assessoria, que esteve no último domingo na quadra da escola de Samba Estácio de Sá cumprindo sua agenda de prefeito, na companhia do secretário-executivo de coordenação de Governo, Rafael Picciani, e também da deputada federal Laura Carneiro e do deputado Thiago Pampolha e que nenhum deles é pré-candidato a nenhum cargo eletivo.

Questionada sobre o motivo pelo qual o evento não constava na agenda, a assessoria da prefeitura informou que nem todas as agendas externas do prefeito são públicas.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA