Novo ministro diz não se sentir ‘incomodado’ com citações em grampo

BRASÍLIA – O ministro da Justiça, Eugênio Aragão, disse no Palácio do Planalto após ser empossado no cargo que não se sente “incomodado” com as citações do ex-presidente Lula nos grampos divulgados antem pela Polícia Federal (PF).

— De jeito nenhum, não me senti incomodado em absolutamente nada.

Aragão não quis dizer aos jornalistas o que pertente fazer em relação ao episódio. O ministro vai detalhar as medidas após a transferência do cargo no Ministério da Justiça, prevista para tarde desta quinta-feira. Ele dará uma entrevista da imprensa

ver mais notícias