Moreira Franco comemora e pede que mobilização seja mantida no Senado

BRASÍLIA – Assim que o placar da Câmara dos Deputados bateu 342 votos favoráveis ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o presidente da Fundação Ulysses Guimarães, Moreira Franco, comemorou o resultado na página do Twitter. Ele destacou que a decisão significa uma “chance real” de mudar a política econômica, que gera inflação e desemprego, segundo ele. Moreira destacou, no entanto, que será preciso manter a mobilização para que o Senado Federal “ouça o clamor das ruas” e aprove o processo de afastamento.

“A Câmara dos Deputados ofereceu hoje ao país a chance real de mudar a política econômica que gera inflação, que corta empregos, que leva os serviços públicos à falência, que corrói a renda dos brasileiros”, disse, acrescentando:

“É preciso manter a mobilização nacional para que o Senado também ouça o clamor da ruas”.

Moreira faz parte do QG do vice-presidente Michel Temer e em um eventual novo governo, deverá assumir a função de formulador da políticas públicas. Outro nome forte é do ex-ministro Eliseu Padilha (PMDB-RS), que teria a missão de articulador político.

Temer assistiu à votação no palácio do Jaburu, residência oficial, acompanhado pelos peemedebistas, senador Romero Jucá (PMDB-RR), presidente da legenda, e os ex-ministros Eliseu Padilha e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Até o momento, não está previsto manifestação de Temer sobre o resultado da votação na Câmara ainda hoje. O vice-presidente, segundo interlocutores, deverá fazer um pronunciamento nesta segunda-feira.

ver mais notícias