Ministro da Transparência pede demissão após gravações

BRASÍLIA – O ministro da Transparência, Fabiano Silveira, ligou no início da noite desta segunda-feira para o presidente interino Michel Temer e pediu demissão do cargo. Silveira deve falar com a imprensa dentro de alguns minutos na sede de sua pasta.

Nesta segunda-feira, dois protestos pediram a saída do ministro. E segundo o Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças de Controle da CGU (Unacon), quase a totalidade dos 250 servidores em cargos de chefia do órgão no país deixaram os postos, também em protesto.

O ministro da Transparência aparece na gravação feita pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em que orienta o presidente do Senado, Renan Calheiros, a não antecipar informações à Procuradoria-Geral da República na Operação Lava-Jato. Antes de se tornar ministro, Silveira também teria procurado o Ministério Público em busca de informações sobre as investigações contra Renan no esquema de corrupção da Petrobras.

ver mais notícias