CM7

     
 
 
Manaus, 19 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Marco Aurélio volta negar habeas corpus para paralisar impeachment

Marco Aurélio volta negar habeas corpus para paralisar impeachment

Da redação | 01/06/2016 13:10

BRASÍLIA – O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a negar um habeas corpus apresentado por um advogado que queria paralisar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff no Senado. Segundo Marco Aurélio, o habeas corpus é um instrumento jurídico para garantir o direito de ir e vir de alguém, diante de eventual ameaça de restrição desse direito.

“Não cabe implementar a retratação, no que ausente o risco de restrição ao direito de locomoção da paciente”, decidiu Marco Aurélio.

O pedido foi feito em 23 de abril, antes da primeira votação no plenário do Senado que determinou o afastamento temporário de Dilma. Em 27 de abril, Marco Aurélio negou o pedido. Em 4 de maio, o advogado Venceslau Peres de Souza pediu que o ministro reconsiderasse sua decisão.

A nova decisão de Marco Aurélio, mantendo a anterior, foi tomada depois que o Senado aprovou a continuidade do processo, obrigando Dilma a deixar o cargo até o julgamento final, que determinará seu afastamento definitivo ou sua absolvição. Essa votação ocorreu em 12 de maio.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA