Manifestantes pró-impeachment começam a se reunir em Brasília

BRASÍLIA – Manifestantes já começam a se reunir em frente à Esplanada dos Ministérios, no lado Sul, reservado aos favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Boletim da Secretaria de Segurança do Distrito Federal informa que há, no momento, 3 mil pessoas no local. No lado norte, reservado aos aos que apoiam o governo, a estimativa divulgada às 12h42 é de 600 pessoas. O grupo ainda não se descolocou do Estádio Mané Garrincha até a Esplanada.

“A Polícia Militar está na Esplanada dos Ministérios e imediações com 1 mil homens e mulheres neste momento. A Polícia Civil trabalha desde sexta-feira com reforço de agentes e delegados nos plantões das delegacias da área central e do Departamento de Polícia Especializada (DPE). Mantém ainda 300 agentes nas ruas das Asas Sul e Norte, Cruzeiro e Sudoeste reforçando o policiamento ordinário. O Corpo de Bombeiros mantém na Esplanada e arredores 150 militares e 19 viaturas neste instante, podendo chegar a 1 mil, caso seja necessário”, informou a secretaria.

O carro de som do lado dos apoiadores de impeachment começou a funcionar por volta das 12h30 com a música “olé, olé estamos na rua para derrubar o PT”, recebendo várias várias do outro lado.

O protesto em Brasília contra e a favor do impeachment é tranquilo. De cada lado do muro que separa os grupos, um corredor humano formado por policiais. A manifestação pró- impeachment tem integrantes vestidos de verde e amarelo e tirando selfies.

Mais cedo, foram apreendidos fogos de artifício que estavam escondidos em cima de uma árvore. Segundo a PM, cerca de 20 artefatos, grandes e pequenos, estavam dentro de uma sacola cheia de folhas no estacionamento do Ministério de Ciência e Tecnologia, do lado sul da Esplanada, área destinada aos manifestantes pro-impeachment.

Além de Brasília, manifestantes de sete estados saíram às ruas na manhã deste domingo, como Rio de Janeiro e São Paulo. Em Belém, a Polícia Militar estimou em 350 o número de manifestantes que apoiam o pedido de abertura de impeachment. Em Blumenau, cerca de 200 pessoas se reúnem na Praça Doutor Blumenau, no Centro.

Grupos contrários e favoráveis ao impeachment da presidente da República Dilma Rousseff fazem atos em Belo Horizonte. Já em São Luís, há manifestação em favor da permanência da petista no centro histórico.

ver mais notícias