Lula foi informado do pedido de prisão quando estava com petistas

BRASÍLIA – O líder do governo no Senado, Humberto Costa (PT-PE), estava com o ex-presidente Lula, em São Paulo, quando ele foi informado do pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público. Humberto Costa disse que Lula reagiu com “total tranquilidade”. O senador classificou de “absurda” e uma “ação midiática” a atuação do Ministério Público de São Paulo. Para o senador petista, foi algo dirigido.

Lula havia acabado de falar sobre a conjuntura econômica, quando o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, disse que tinha uma notícia a dar e informou sobre o pedido de prisão.

— Havíamos acabado a reunião sobre os problemas econômicos. Mas o presidente Lula reagiu com total tranquilidade. É uma coisa absurda. Uma ação midiática. Fazer um pedido de prisão para alguém que já deu todas as explicações. Não há nada contra o ex-presidente. Esse pedido do MP é uma coisa tipicamente política, dirigida. O MP de São Paulo não faz nada sobre as denúncias do Metrô de São Paulo ou da merenda escolar — disse Humberto Costa.

ver mais notícias