Lula aguardava operação de busca e apreensão na casa dele e de seus filhos

RIO — O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ao presidente do PT, Rui Falcão, em conversa gravada pela Polícia Federal no dia 27 de fevereiro, um sábado, que estava aguardando para segunda-feira uma operação de busca e apreensão na casa dele, de seus filhos, e do diretor de seu instituto, Paulo Okamotto.

“Eu tô esperando segunda-feira a operação de busca e apreensão na minha casa, do meu filho Marcos, do meu filho Fabio, do meu filho Sandro, do meu filho Claudio”, diz Lula, em transcrição divulgada pela Justiça.

Ele acrescentou que também esperava operação de busca e apreensão na casa de Okamotto e afirma que estava pensando em convocar alguns deputados “para surpreendê-los”.

O diálogo ocorreu logo após a comemoração do aniversário do PT, no Rio. Ao discursar no evento, o ex-presidente disse que esperava a quebra de seus sigilos fiscal e bancário pela Operação Lava-Jato.

ver mais notícias