Líder do governo rebate crítica de Renan sobre sua indicação

BRASÍLIA – O deputado André Moura (PSC-SE), rebateu nesta quinta-feira a crítica feita pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sobre a confirmação de seu nome como novo líder do governo na Câmara. Mais cedo, o presidente do Senado questionou a indicação de Moura ao cargo e como seria a utilidade do parlamentar na relação com o governo federal. De acordo com Moura, Calheiros não é “a pessoa mais apropriada para criticar alguém”.

— Se ele criticou eu tenho que respeitar, mas eu acho que o senador Renan Calheiros não seja a pessoa mais apropriada para criticar alguém. Eu respeito, não só ele, como (a crítica) de qualquer um outro — declarou Moura.

Calheiros levantou a dúvida de como o deputado colaboraria para o aperfeiçoamento institucional do legislativo com o Palácio do Planalto. O presidente do Senado completou questionando se Moura seria capaz de cumprir as demandas emergentes do país.

— Há um sentimento que todo líder e todo ministro tem que se guiar que é o de que o Brasil não pode dar errado novamente — declarou Calheiros.

Ainda não há uma definição sobre qual parlamentar assumirá a liderança no Senado. O presidente interino, Michel Temer, escolheu Moura depois da pressão dos chamados partidos do “centrão”, grupo formado por 13 legendas sob forte influência do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Ainda nesta quinta-feira, Moura deve se reunir com o presidente interino Michel Temer para a definição da agenda política dos próximos dias.

*Estagiário sob supervisão de Paulo Celso Pereira

ver mais notícias