Jaques Wagner diz que projeto de Moro é criminalizar a política

BRASÍLIA – Em entrevista, o ministro Jaques Wagner disse que o objetivo do juiz Sérgio Moro é criminalizar a política. Segundo ele, o “rei da festa”, no caso, os protestos, foi o juiz que conduz, ao lado da Polícia Federal, as investigações da Lava-Jato.

— O Moro quando escreveu aquele negócio dele da Operação Mãos Limpas, e ele está quase chegando no seu objetivo, da criminalização da política. Alguma vez teve algo tão espetaculoso durante tanto tempo? — questionou.

O ministro sustentou que as manifestações atingiram à classe política como um todo, sem poupar a oposição.

— O Aécio veio achando que ia chegar e ia ser o rei da festa. O rei da festa foi o Moro. O Moro e outras coisas preocupantes — disse, emendando depois:

— Os parlamentares da oposição não tiveram beneplácito. Quem achou que ia faturar, não faturou — pontuou.

ver mais notícias