Janot pede ao STF investigação contra Jucá, Renan, Raupp e Jader por corrupção em Belo Monte

RIO – Com base na delação premiada do senador cassado Delcídio Amaral, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar suspeitas de corrupção passiva e lavagem de dinheiro contra quatro integrantes da cúpula do PMDB por suposto pagamento de propina na construção da Hidrelétrica de Belo Monte. Os alvos são o ministro do Planejamento, Romero Jucá; o presidente do Senado, Renan Calheiros, e os senadores Valdir Raupp e Jader Barbalho. As informações são do “Jornal da GLOBO“.

Se o pedido de Janot for aceito, eles passarão a ser investigados no inquérito aberto em março contra o também senador Edison Lobão (PMDB-MA), ex-ministro de Minas e Energia, e cujas irregularidades na construção da obra já são apuradas.

Essa nova linha de investigação leva em conta a delação de Delcídio, que afirma ter sido desviados R$ 30 milhões em propina na obra da hidrelétrica e que os pagamentos foram feitos ao PT e ao PMDB.

O procurador Rodrigo Janot disse que é preciso apurar

ver mais notícias