Italiano morto por traficantes ao entrar por engano em favela seguindo aplicativo GPS

O italiano Roberto Bardella, 52 anos, morto com um tiro na cabeça por traficantes no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, viajava pela América do Sul na companhia de um primo. Ele teria entrado de moto junto com Rino Polato, de 59 anos, também italiano, por engano, na favela depois de visitarem o Cristo Redentor, segundo informações da Polícia Civil, quando foi atingido na Rua Cândido de Oliveira. Eles se guiavam por um aplicativo de localização GPS.

Segundo o Delegado Fábio Cardoso, titular da Delegacia de Homicídios da Capital, os criminosos abordaram os italianos e os obrigaram a embarcar em um carro, onde foram mantidos reféns enquanto o veículo circulava pela comunidade. Em determinado momento, decidiram libertar Polato, pois ele não possuía câmeras em seu capacete, ao contrário de Roberto, que foi morto.

Defesa civil recolhe o corpo do homem morto com tiro na cabeça na tarde desta quinta-feira
Defesa civil recolhe o corpo do homem morto com tiro na cabeça na tarde desta quinta-feira Foto: Reprodução

Polato publicou uma foto dos dois nas redes sociais no dia 29 de novembro. Na imagem, eles estavam no aeroporto da cidade de Veneza, na Itália, e o homem dizia que os dois pretendiam percorrer 35 mil quilômetros, passando por países como Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Chile, Paraguai e Brasil.

Após a morte de Bardella, o amigo chegou a ser capturado por bandidos, mas foi liberado e encontrado por policiais em estado de choque em um dos acessos da comunidade sem ferimentos. Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Prazeres, em Santa Teresa, policiais receberam denúncia por volta das 11h sobre o desaparecimento de dois turistas italianos na comunidade.

Após o cerco na região, o corpo de um deles foi localizado na Rua Cândido de Oliveira. O segundo turista foi resgatado sem ferimentos pelos agentes em um dos acessos ao morro. As duas motocicletas em que eles estavam também foram recuperadas. Buscas estão sendo realizadas com o apoio de outras UPPs e de batalhões da área. Equipes do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) também estão no local prestando assistência à vítima. A Delegacia de Homicídios da Polícia Civil também investiga o caso.

Policiais foram ao local
Policiais foram ao loca

Fonte O Extra 

Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/italiano-morto-por-traficantes-ao-entrar-por-engano-em-favela-viajava-pela-america-do-sul-20612236.html#ixzz4SI9z6Jxy

ver mais notícias