Inauguração de aeroporto é antecipada para Dilma seguir agenda positiva

BRASÍLIA — O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Carlos Gabas, e o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), acertaram, na terça-feira, a antecipação da inauguração da nova etapa do Aeroporto Santa Genoveva para a próxima segunda-feira, dia 9, com a presença da presidente Dilma Rousseff. Com a antecipação em cerca de três semanas segundo cronograma anunciado antes pela Infraero, responsável pela obra, e com as obras inconclusas, Dilma dará prosseguimento a sua agenda positiva antes de o Senado votar a admissão do processo de impeachment, que deve começar no dia 11. As vias de acesso não foram concluídas e não tem nem como chegar a nova etapa do aeroporto.

A previsão da Infraero era de que dia 21 entraria em operação assistida o novo terminal e pistas de apoio e taxiamento, e no dia 31 de maio, a inauguração, com entrega das obras . Mas ontem Garcia e Gabas se encontraram para acelerar o calendário, agendando a ida de Dilma a Goiânia na segunda-feira para fazer a inauguração das obras que se arrastam desde 2005. Hoje a assessoria da Infraero, em Brasília, confirmou ao GLOBO que o início das operações assistidas continuam marcadas para o dia 21, daqui a três semanas.

A obra é federal, mas desde a visita de Gabas, Paulo Garcia providenciou que 200 funcionários fizessem um mutirão de limpeza e preparação para que Dilma faça a solenidade de inauguração na próxima segunda-feira. O que cabe a prefeitura de Goiânia são as obras de acesso, que não foram concluídas. As lojas do terminal foram terceirizadas, mas sem previsão de funcionamento.

Informações publicadas no site oficial da prefeitura de Goiânia, nesta quarta-feira, dão conta de que Paulo Garcia, Carlos Gaba, o superintendente do terminal, Alessandro Máximo, e representantes da Infraero vistoriaram as obras na tarde de ontem. “A obra, segundo o ministro, deverá ser entregue pela presidenta Dilma Rousseff na próxima segunda-feira, 09”, diz o site da prefeitura de Goiânia. A mesma notícia também confirma que o início de operação do novo terminal ocorrerá no próximo dia 21.

Durante a vistoria, Paulo Garcia determinou que o presidente da Companhia de Urbanização de Goiânia, Edilberto Dias, organize um ponto de apoio para executar serviços de jardinagem na área externa do novo terminal.

— Para ajudar na celeridade da entrega dessa grandiosa obra, a prefeitura disponibiliza recursos humanos para ajudar na limpeza. Mais de 200 servidores auxiliarão a Infraero e o consórcio na limpeza dos espaços do novo terminal para que fique tudo pronto até semana que vem _ declarou Garcia, conforme o site da prefeitura.

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), diz que “mais essa barbaridade” mostra o erro do Senado em ter prolongado o prazo entre a admissibilidade do impeachment na Câmara e no Senado, deixando a presidente com a caneta para “inviabilizar ainda mais” a recuperação econômica do País. Ele diz que Dilma mostra que não está no seu equilíbrio emocional e deveria já ter sido interditada logo após a aprovação do impeachment na Câmara.

— Essa é só mais uma das irresponsabilidades da presidente Dilma. Nos últimos dias Dilma lançou um plano agrícola bilionário, prorrogou o Mais Médicos por três anos, desapropriou 29 propriedades para reforma agrária sem orçamento e outras barbaridades — criticou Caiado.

Procurada, a assessoria do prefeito Paulo Garcia explicou que ele apenas acompanhou o ministro Gabas na vistoria ontem a tarde, e que a decisão de inaugurar na segunda-feira foi da Infraero e da SAC. Disse também que o prefeito não iria falar sobre o uso de servidores municipais para o mutirão na obra que é federal.

ver mais notícias