Grupo realiza protesto contra impeachment na Zona Oeste de SP

SÃO PAULO – Integrantes de duas dezenas de organizações sociais, entre elas o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizam no início da noite desta quinta-feira um protesto contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, em São Paulo.

Com o título “Em defesa da democracia. A saída é pela esquerda!”, o grupo se concentra no Largo da Batata, na Zona Oeste de São Paulo.

Até 17h30, a PM não havia divulgado a estimativa de público presente no ato. Durante a semana, organizadores divulgaram uma previsão de reunir pelo menos 50 mil pessoas. A concentração da passeata começou às 17h.

Em manifesto divulgado, lideranças escreveram que o objetivo do ato era “deixar claro que o povo da periferia não irá acompanhar de forma passiva e em silêncio a construção de um golpe”.

Para o grupo, a saída de Dilma seria uma ação de “setores conservadores da elite, do judiciário e da grande mídia” com o objetivo de “aprofundar a retirada de direitos, as garantias constitucionais e atacar os movimentos sociais”.

“Nossa resistência será nas ruas e de forma intensa”, escreveram as lideranças no manifesto de convocação para o ato.

Além de São Paulo, os organizadores planejavam realizar atos nesta quinta-feira em cidades como Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e Uberlândia.

ver mais notícias