Gol que 'extraviou' uma criança de 6 anos, assume erro e pede desculpas

naom_58455cc5e457dO vice presidente de operações da Gol Linhas Aéreas, Sérgio Quito, se desculpou pelo caso do menino de 6 anos que foi “extraviado” em um voo da empresa. O pedido de desculpas foi registrado em um vídeo, que foi publicado nas redes sociais da companhia (assista acima).

 

“Olá, meu nome é Sérgio Quito, sou Vice-Presidente de Operções da Gol, e venho até vocês com um pedido de desculpas. Desculpa, principalmente aos pais e à criança que nós embarcamos erroneamente na última sexta-feira na nossa operação no Rio de Janeiro, no aeroporto internacional. Essa criança tinha destino para Vitória e erroneamente foi embarcada para Curitiba. A chegada em Vitória era prevista para as 18h30 e a criança chegou em Curitiba por volta das 18h50. Imediatamente, o mesmo avião retornou e com a tripulação também. A criança ficou o tempo todo assistida, tanto pelo nosso pessoal de bordo, pela nossa tripulação, como pelo pessoal de terra. A chegada aconteceu por volta das 20h40 no Rio de Janeiro, quando ele foi recebido pela sua mãe. Eu quero também dizer que nós já entramos em contato com os familiares, falamos com a mãe, falamos com o pai. Nós pudemos dispor de toda a nossa asistencia, tudo aquilo que estiver no nosso alcance nas necessidades, tudo o que a familia precisar, tanto o pai, quanto a mãe. Eu tambéms gostaria de enfatizar que estamos muito desapontados, todos nós da Gol, e eu, além de Vice-Presidente de Operações, como pai e avô. Mais uma vez, pedimos desculpas por esse ocorrido”, disse o executivo, conforme destacou o site da revista Crescer.

O CASO

No último sábado (3), Wanderson Romão, pai da criança, postou no Facebook uma fotografia dele em casa ao lado de uma árvore de Natal desmontada, direcionando um recado para a Gol. O menino seria buscado por ele no aeroporto, conforme fora combinado com a mãe, e eles montariam a árvore juntos naquela noite.

“Meu filho não é mala para ser extraviado”, escreveu o pai no post.

 Entretanto, a Gol levou o garoto de 6 anos para Curitiba ao invés em vez de Vitória. O menino viajou através de um serviço que oferece acompanhamento para crianças que viajam sozinhas.

ver mais notícias