Gleisi reaparece no Senado e diz que não vai ‘abaixar a cabeça’

BRASÍLIA — A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) cumpriu a promessa e voltou ao Senado, depois da prisão do seu marido, o ex-ministro Paulo Bernado, na última quinta-feira, na Operação Custo Brasil, um desdobramento da 18ª fase da Lava-Jato.

Ao chegar, Gleisi ganhou um buquet de rosas de um grupo chamado de Rosas pela Democracia.

— Não vamos abaixar a cabeça — disse Gleisi, ao ser cerada pelo grupo.

Nesse momento, ela está discursando.

— O PT entrou na minha vida em 1989 — começou ela.

ver mais notícias