Ex-presidente Lula se reúne com petistas em Brasília

BRASÍLIA – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou em Brasília no final da manhã desta terça-feira e está reunido com petistas. Havia a previsão de que ele almoçasse com a presidente Dilma Rousseff, mas o encontro não ocorreu. A presidente almoçou com os ministros Jaques Wagner (Chefia de Gabinete), Edinho Silva (Comunicação Social) e Ricardo Berzoini (Governo).

Ciente de que o Senado aprovará amanhã a abertura do processo de impeachment e Dilma será afastada até o julgamento de mérito, no prazo de 180 dias, Lula está discutindo, segundo pessoas próximas, a “liturgia” da saída do governo. Ele concorda que, ao ser notificada, ela deixe o Palácio do Planalto acompanhada de movimentos sociais, mas tem dúvida sobre a conveniência de a presidente descer a rampa. A preocupação é com a imagem de que o governo acabou, contrariando a estratégia de manter a militância mobilizada. A própria presidente tem dito que vai resistir até o fim.

A expectativa da equipe presidencial é que cerca de 10 mil apoiadores, convocados pela Frente Brasil Popular, participem do ato. Dilma pretende fazer um discurso, na ocasião, reafirmando que é vítima de um golpe.

Pessoas próximas a Lula dizem que ele anda abatido com a derrocada do governo; com o fato de não ter conseguido virar votos na Câmara a favor de Dilma; e com a denúncia oferecida contra ele, pela Procuradoria Geral da República, no inquérito que investiga se houve tentativa de comprar o silêncio e evitar a delação de ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

ver mais notícias