Ex-presidente do Paraguai, Fernando Lugo visita Lula

SÃO PAULO – Afastado da presidência do Paraguai em 2012 por meio de um processo de impeachment, Fernando Lugo visitou nesta sexta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Paulo, e criticou o pedido de prisão do líder petista feito pelo Ministério Público de São Paulo.

– De longe, é difícil avaliar. Mas no Paraguai nunca ocorreria de um promotor por uma suspeita fazer um pedido de prisão. Por isso, venho visitar o amigo, ver como está, dar um abraço, uma força e me inteirar do caso para depois opinar – disse Lugo, na chegada ao Instituto Lula.

Indagado se via semelhanças entre o processo de impeachment que sofreu o momento atual do Brasil, o ex-presidente paraguaio respondeu:

– São casos muito diferentes, mas que tem coisas similares. O que ocorreu com (José Manuel) Zelaya em Honduras (preso quando exercia o cargo de presidente em 2009) e no Paraguai foram golpes suaves, não golpes como as intervenções militares da década de 1970, que eram escandalosas. Agora, são golpes mais refinados, estudados, de laboratório, com a aparência e disfarce de que são legais.

ver mais notícias