Em nota, Ministério da Justiça nega substituição no comando da PF

RIO – O Ministério da Justiça divulgou nesta segunda-feira uma nota em que garante a permanência do diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, no posto. O esclarecimento da pasta ocorre dias após o ministro Eugênio Aragão, recém-empossado, criticar o vazamento de informações na PF.

“O Ministério da Justiça informa que o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, continua gozando de plena confiança por parte do ministro da Justiça e não há nenhuma decisão sobre a sua substituição”, diz o comunicado.

No sábado, Aragão afirmou em entrevista que uma equipe de investigação envolvida em vazamento de informações na Polícia Federal poderá ser inteiramente substituída e acrescentou que não precisa ter provas para a troca.

“Cheirou vazamento por agente nosso, a equipe será trocada, toda. Não preciso ter prova. A PF está sob nossa supervisão”, declarou.

ver mais notícias