‘Educação 360 Infância’ discute etapa do ensino

RIO- Depois de duas edições de sucesso do seminário “Educação 360”, sobre práticas pedagógicas e políticas educacionais, O GLOBO e o “Extra”, em parceria com Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, Banco Mundial, BID e Fundação Lemman trarão no dia 30 de junho uma série de debates com especialistas ligados ao ensino infantil. O evento “Educação 360 Infância”, que tem o apoio da TV Globo e do Canal Futura, acontecerá no Museu do Amanhã, no Centro do Rio, das 8h às 19h. As inscrições para participar do encontro serão abertas no próximo dia 6. As informações estarão no site www.educacao360.com.

Além de figuras conhecidas no cenário nacional, como a ex-secretária municipal de Educação do Rio e atual Diretora Global de Educação do Banco Mundial, Claudia Costin, o encontro terá a presença de expoentes internacionais como a chefe da Divisão de Educação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Emiliana Vegas, a pesquisadora do Teachers College, da Universidade de Columbia, Lynn Kagan, e a pesquisadora da Universidade de Nebraska-Lincoln, Abbie Raikes.

O evento terá quatro mesas para debater questões sobre a educação infantil. Na primeira, chamada “Por uma educação infantil de qualidade”, os pesquisadores irão abordar o impacto dessa etapa do aprendizado na escolaridade e na vida das pessoas e traçarão um panorama do cenário educacional brasileiro. O painel seguinte, “O desenho da política pública de educação infantil: Acesso com qualidade”, trará uma discussão a respeito das iniciativas de promoção do acesso a essa fase da escolarização. “Políticas curriculares de êxito na educação infantil” será a terceira mesa de discussões. Neste tópico, os especialistas abordarão a importância de um currículo nacional para promoção de um ensino mais igualitário.

VIDA E RELACIONAMENTO

Para encerrar o evento, a mesa “O começo da vida em casa, na escola e na comunidade” falará sobre a importância da primeira infância no desenvolvimento humano. Após a palestra, será exibido o documentário “O começo da vida”, lançado no início do mês em todo território nacional. O filme feito em nove países, inclusive no Brasil, mostra a importância dos relacionamentos nessa fase para o desenvolvimento do ser humano. Diretor-presidente da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, que apoia o filme, Eduardo Queiroz corrobora essa tese:

— Todo mundo precisa ter a chance de atingir seu pleno potencial e só há essa chance se houver um ambiente que te ajude a buscar isso. A importância dessa fase da vida é clara. Se não cuidar, depois fica mais difícil resgatar essa criança.

ver mais notícias