Deputados entram com representação na PGR contra suposta chantagem na CPI do Carf

BRASÍLIA – Deputados do PSDB entraram nesta quinta-feira com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitando que o órgão investigue a denúncia publicada pelo GLOBO com revelações do vice-presidente da CPI do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), deputado Hildo Rocha (PMDB-MA). De acordo com Rocha, um empresário o teria procurado para denunciar que um parlamentar prometeu evitar uma convocação da comissão instalada para apurar corrupção em julgamentos no órgão em troca de pagamento de propina de R$ 1 milhão.

Para o coordenador da bancada tucana na comissão, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), a Câmara está com a imagem desgastada há muito tempo e que é necessária uma investigação imediata sobre o caso. O pedido tucano afirma que a reportagem do GLOBO já traz indícios suficientes para iniciar as investigações.

Nesta quinta, líderes partidários pediram que Rocha revele os nomes do empresário e do deputado acusado pela chantagem. Ele disse que não pode revelar o nome do empresário, pois este lhe teria pedido segredo. A conversa com esse empresário teria ocorrido na casa um amigo em comum deles.

ver mais notícias