CUT confirma presença de Dilma em ato do 1º de Maio

SÃO PAULO — A Central Única dos Trabalhadores (CUT) confirmou a presença da presidente Dilma Rousseff no ato do 1º de Maio, Dia do Trabalho, que será realizado no próximo domingo, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo.

O ex-presidente Lula também participará do evento. A última vez que os dois participaram juntos da comemoração do Dia do Trabalho foi em 2010, quando Dilma era candidata à sucessão de Lula.

Há expectativa de que Dilma use o ato para anunciar um pacote de bondades, como o reajuste do Bolsa Família. A presidente passou a tarde de quinta-feira em sua residência oficial, o Palácio da Alvorada, onde se reuniu com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, para discutir a viabilidade do reajuste do principal programa social do governo petista, o Bolsa Família. Segundo auxiliares de Dilma, ela quer aumentar o programa, mas a área econômica resiste a essa possibilidade, alegando que não há recursos para isso. O reajuste foi um pedido de movimentos sociais próximos ao governo, e o Ministério do Desenvolvimento Social já tinha uma proposta sobre a mesa.

Segundo o jornal “Valor Econômico”, a presidente foi aconselhada pelos aliados a anunciar no Dia do Trabalhador, no próximo domingo, um reajuste no Bolsa Família, que pode chegar à faixa de 5%, e uma correção na tabela do Imposto de Renda para compensar a inflação acumulada.

ver mais notícias