Com 30 deputados, partidos nanicos anunciam maioria a favor do impeachment

BRASÍLIA – Os presidentes do PTN, PHS, PEN, PSL e PROS anunciaram nesta quinta-feira que seus partidos são amplamente favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Pelos cálculos da vice-presidente do PTN, deputada Renata Abreu (SP), 26 dos 30 parlamentares votarão pelo afastamento da presidente. Abreu não nominou os deputados favoráveis, contrários e ainda indecisos, o que causou irritação do líder do partido na Câmara, Aluísio Mendes (MA). Segundo ele, há uma tentativa de criar um clima de “já ganhou” na oposição:

– Se está tão consolidado como a oposição diz, por que a busca forte por criar fatos e anunciar fechamento com a posição pró-impeachment? No PTN, a bancada está dividida. Temos cinco votos contra o impeachment, seis a favor e dois indefinidos – garante Mendes.

Segundo ele, também nas outras bancadas nanicas (PROS, PEN, PHS, PSL), há divisão, com deputados a favor e contra o impeachment. A presidente nacional do PTN, Renata Abreu é a favor do impeachment desde o início.

O PROS, com cinco deputados, negociou apoio a Dilma na semana passada em troca da presidência do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDES). No entanto, o partido está rachado.

ver mais notícias