CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Cerimônia da tocha olímpica tem cartazes e gritos de ordem contra o impeachment

Cerimônia da tocha olímpica tem cartazes e gritos de ordem contra o impeachment

Da redação | 03/05/2016 11:00

BRASÍLIA – A cerimônia de acendimento da tocha olímpica realizada em Brasília nesta terça-feira foi marcada por pequenas manifestações políticas. Manifestantes contrários ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, em curso no Senado, levaram cartazes em protesto ao que classificam como “golpe”. Também foram ouvidos durante os discursos de autorizadades gritos de “não vai ter golpe” e “Dilma, guerreira, do povo brasileiro” no Palácio do Planalto.

Em seu discurso durante a cerimônia, a presidente Dilma disse que o Brasil vive um momento político crítico, mas que o povo brasileiro sabe defender a democracia. Ela não mencionou o impeachment e pregou a tolerância. Dilma disse que o povo brasileiro vai “mostrar seu valor dentro e fora da arena” e que “sabemos lutar”.

– A tocha olímpica será recebida com alegria em todas as cidades por ponde passar. Seu fogo vai iluminar a visão de um país hospitaleiro. Sabemos da dificuldade política, conhecemos a instabilidade política. O Brasil será capaz de, mesmo convivendo com um período difícil, muito difícil, verdadeiramente crítico da história da democracia, nosso país saberá conviver porque criamos todas as condições para isso, com a melhor recepção de todos os atletas e todos os visitantes – discursou a petista, emendando:

– Tenho certeza que num país cujo povo sabe lutar pelos seus direitos e sabe proteger sua democracia, as Olimpíadas terão o maior sucesso nos próximos meses.

Dilma também evocou a paz e a união associados aos jogos olímpicos. Ao fim dessa fala, alguns da plateia gritaram: “Dilma, guerreira, do povo brasileiro”.

O ministro do Esporte, Ricardo Leyser, elogiou Dilma, afirmando que a petista foi a melhor presidente da República, na área do esporte. Neste momento, um pequeno grupo gritou “Não vai ter golpe”, o que não se alastrou pelo salão e logo foi encerrado.

– A senhora foi para o esporte brasileiro a melhor presidente da República de todos os tempos. Só o que nós podemos pedir a senhora é que continue ao lado do esporte, porque a senhora é muito importante para nós – disse Leyser.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA