Celso de Mello pede informações a juiz que autorizou prisão de ex-ministro

BRASÍLIA — O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu informações ao juiz Paulo Bueno de Azevedo, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, sobre a autorização dada por ele para que Polícia Federal cumprir um mandado de busca e apreensão no apartamento funcional da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). O alvo era o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, que foi preso na quinta-feira durante a Operação “Custo Brasil”. Mas como se trata de um imóvel funcional, o Senado recorreu, dizendo que era preciso uma autorização do STF para fazer a busca.

Entre outros pontos, Celso quer saber se a medida se restringiu apenas aos bens de Paulo Bernardo, ou também se estendeu aos de Gleisi. Só depois o ministro tomará uma decisão mantendo ou anulando a operação no apartamento.

ver mais notícias