Após morte de marido, mãe confessa que assassinou filha há um ano

Um acidente de trânsito ocorrido na última terça-feira (21) na cidade de Palmas, próximo à divisa do Paraná com Santa Catarina, serviu para revelar o assassinato de uma criança de três anos.

No acidente, o pai da menina terminou morto, após bater a moto em um carro. De acordo com informações do conselheiro tutelar Rudinei de Freitas Souza, depois do acidente, o Conselho Tutelar questionou a mulher, esposa do homem morto no acidente, sobre a filha do casal.

Após o questionamento, a mãe teria dito que a filha morreu na cidade de Catanduvas, em Santa Catarina, onde eles moravam. Ela disse ainda que não tinha certidão de óbito.

Os conselheiros perceberem o nervosismo da mãe e a encaminharam para depor à polícia. Ela então confessou ter matado a menina. Na sequência, a mulher levou a polícia até o local onde o corpo da criança foi enterrado, em um terreno de difícil acesso, no interior de Santa Catarina.

A mãe da menina, identificada como Raquel Aguilera Martins, não contou os motivos e nem como a menina foi morta. Ela, que está grávida, foi presa no Paraná. A polícia acredita que o crime aconteceu há cerca de um ano.

O perito do IML (Instituto Médico Legal) de Santa Catarina, Leandro Moreira, disse que serão feitos exames nos ossos para encontrar possíveis marcas de disparo de arma de fogo, de algum instrumento cortante ou algo do tipo. O perito disse ainda que será feito exame de DNA para confirmar a identificação.

ver mais notícias