Andressa Mendonça, mulher de Cachoeira, buscou advogado para o bicheiro

GOIÂNIA – Uma personagem conhecida dos escândalos envolvendo o bicheiro Carlinhos Cachoeira reapareceu. Andressa Mendonça, a mulher do bicheiro, foi a responsável por contatar o advogado Nabor Bulhões, às 7 horas desta quinta-feira, e pedir ajuda diante da prisão de Cachoeira pela Polícia Federal (PF), num condomínio de luxo em Goiânia. Ela enviou o mandado de prisão por e-mail ao advogado, segundo Bulhões.

Andressa atraiu os holofotes em 2012 por conta das roupas e objetos de grife, do apoio ao marido em meio a diversas acusações de práticas criminosas que pesavam sobre ele e também por conta de um fator sentimental. Ela foi casada com o senador Wilder Moraes (PP-GO), que era suplente do então senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO). Andressa deixou Wilder para viver com Cachoeira. Demóstenes foi cassado por ter colocado o mandato à disposição do contraventor. Wilder assumiu o mandato e segue senador.

Depois da soltura de Cachoeira em dezembro de 2012, Andressa chegou a anunciar nas redes sociais o fim do casamento com o bicheiro. Bulhões disse, no entanto, que eles voltaram a ficar juntos e que tiveram um filho, recém-nascido.

— A Andressa me ligou em nome dele. Relatou que ele tinha sido preso e me repassou o mandado de prisão. Estava chorando e profundamente abalada. Ainda estamos nos inteirando sobre o processo — disse o advogado.

Cachoeira e o ex-diretor da Delta Construções Cláudio Abreu foram presos às 6 horas em suas casas, em dois condomínios de luxo vizinhos em Goiânia. Por conta do mal tempo no Rio, até o fim da manhã eles permaneciam no aeroporto de Goiânia à espera do deslocamento ao Rio, sede da operação policial. Um voo comercial foi cancelado e outro segue com partida indefinida.

ver mais notícias