Grupo Gannett eleva oferta pela Tribune Publishing a US$ 864 milhões

NOVA YORK – O grupo Gannett, que publica o “USA Today”, aumentou em 22% sua oferta pela Tribune Publishing, enquanto continua tentando comprar a companhia que edita títulos como “Los Angeles Times” e Chicago Tribune”. Antes, o Gannett pretendia pagar US$ 12,25 por ação. Mas, nesta segunda-feira, o grupo anunciou que elevou o valor a US$ 15 por papel, o que equivale a, aproximadamente, US$ 864 milhões — que inclui as dívidas da Tribune.

A empresa de Chicago tinha rejeitado a oferta interior do grupo Gannett, alegando que o preço era muito baixo. Na semana passada, a Tribune Publishing adotou um plano de direitos do acionista, também conhecido como poison pill (ou “pílula de veneno”, em tradução livre). Essa estratégia é usada por empresas para se defenderem de tentativas de compra.

“Após mais revisões, o Gannett tem uma maior confiança em sua capacidade para entregar melhorias operacionais adicionais nesta transação”, afirmou a empresa.

A Tribune disse à agência de notícias Reuters que revisaria exaustivamente a oferta mais recente do Gannett.

O Oaktree Capital Group, terceiro maior acionista da Tribune Publishing, com 14,8% da companhia, instou a empresa a negociar um acordo com o Gannett, no início do mês.

ver mais notícias