André Esteves retorna ao BTG Pactual como "senior partner"

SÃO PAULO – Após cinco meses de seu afastamento, André Esteves está de volta ao BTG Pactual, mas não para assumir o cargo de presidente que ocupava até ser preso no âmbito da operação Lava Jato, em 25 de novembro. A instituição informou que ele passará a ter a função de “senior partner”, uma espécie de consultor para apoiar os executivos do banco em todas as áreas de negócios.

A volta de Esteves ocorre dois dias após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter revogado sua prisão domiciliar. “É com imenso prazer que anunciamos que André Esteves volta a integrar o partnership do BTG Pactual como Senior Partner, com foco nas questões do próprio partnership, aconselhando o Banco em temas estratégicos e apoiando o desenvolvimento de suas atividades e operações”, comunicou o banco.

Na véspera da prisão de Esteves, o BTG tinha um valor de mercado de R$ 28,99 bilhões. Hoje, está em pouco mais de R$ 18 bilhões. No período, a instituição também sofreu saques por parte dos clientes e teve que se desfazer de diversos ativos, tudo para reforçar o caixa e enfrentar o grave arranhão na imagem do banco com a prisão de seu fundador.

Segundo comunicado do banco, não haverá mudança na atual estrutural de governança do BTG Pactual. O Conselho de Administração continua sendo presidido por Persio Arida. A presidência é compartilhada entre Marcelo Kalim e Roberto Sallouti.

Poucos dias após a prisão de Esteves, foi anunciada uma reorganização societária e de governança na BTG Pactual Holding, que controla o banco. As 58,78% das ações ordinárias da holding e a golden share que pertenciam a Esteves foram convertidas para papéis preferenciais e ele foi afastado do controle do banco. As ordinárias foram assumidas por um grupo de sete sócios, chamados de “top seven”, que já possuíam participação minoritária na instituição.

Esse grupo de sócios é formado por Kalim, Sallouti, Arida, Antonio Carlos Porto, James de Oliveira, Renato dos Santos e Guilherme Paes. Andre Esteves passa a ser um grande acionista não controlador.

ver mais notícias