Quanta destruição foi causada pelos Vingadores no cinema?

Novo trailer de “Capitão América: Guerra Civil” mostra os prejuízos e mortes decorrentes da ação dos heróis

A gente já falou por aqui que, na tentativa de salvar o mundo,mocinhos também pisam na bola (e em um prédio ou outro) e causam tanto ou mais destruição que os vilões. Se antes o saldo era estimado pelos fãs, o novo trailer de Capitão América: Guerra Civilmostra que essa é uma conta que os Vingadores precisaram colocar na ponta do lápis.Enquanto todo mundo pirava com a primeira aparição do novo cabeça-de-teia (quem não?!), um pequeno easter egg avistado peloMovieWeb mostra quantas vidas inocentes foram perdidas nas últimas aventuras do time de heróis e quanto dinheiro foi gasto para reerguer as cidades por onde mocinhos e vilões passaram. O estrago tem um grande peso na decisão de Tony Stark de defender o Acordo de Sokovia – versão do Universo Cinematográfico Marvel para o “Ato de Registro de Super-Heróis” dos quadrinhos, documento que na telona convoca os Vingadores a atuarem sob regulamentação de leis e cria uma rixa entre Homem de Ferro e Capitão América.

Em Os Vingadores (2012), os heróis se uniram para impedir a invasão dos Chitauri e a subjugação da Terra arquitetada pela ovelha não-asgardiana da família de Thor – até aí, tudo certo. Mas, como os dados no trailer mostram, o trabalho para derrotar Loki e os extraterrestres não foi feito da forma mais “organizada” possível: 74 vidas foram perdidas e os custos para reerguer Nova York foram de 18,8 bilhões de dólares.

Em Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014), os heróis pareciam ter aprendido a lição. No embate contra a Hydra, mesmo com a queda da Shield (e de aero-porta-aviões tomados por agentes duplos), a destruição causada por mocinhos e vilões na cidade representou um custo de “apenas” 2,8 bilhões. Ao todo, 23 habitantes do inseguro Universo Marvel foram mortos.

Foi a destruição e o caos resultantes dos eventos de Vingadores: Era de Ultron (2015) que penderam de vez a balança – e, considerando a “participação” de Tony Stark na criação do vilão Ultron, é fácil entender por que o Homem de Ferro acha que heróis precisam de um pouquinho de supervisão e responsabilização por seus atos. Mesmo para quem é #TimeCapitão e acredita que, sem a ação dos heróis, o desastre poderia ser bem maior, os números são difíceis de justificar: a massiva destruição acarretou 487 milhões de dólares em danos e deixou 177 mortos em Sokovia, cidade ficcional que foi despedaçada em meio ao embate com as máquinas e dá nome ao polêmico acordo que divide o time de Vingadores.

O resultado da Guerra entre heróis chega aos cinemas no dia 28 de abril.

Contéudo Assessoria Marvel 

ver mais notícias