Militar comete suicídio após divulgar vídeo matando cachorro com cinco tiros

Uma veterana do exército americano foi encontrada morta um mês após ser presa sob acusação de crueldade contra animais. Marinna Rollins, de 23 anos, foi detida em abril deste ano depois de uma gravação dela amarrando um cão em uma árvore e atirando contra ele ser publicada no Youtube.

De acordo com declaração do investigador Todd Joyce, responsável pelo caso, em comunicado divulgado pela polícia da cidade de Fayetteville, no Arkansas, as evidências levam a crer que Marinna tenha cometido suicídio. As autoridades foram chamadas ao apartamento da militar no último domingo (7) após amigos a encontrarem morta.

Segundo informações do “Metro”, a mulher estava acompanhada do soldado Jarren Heng quando assassinou o animal com cinco tiros. Após o crime, cometido em uma floresta próxima a cidade, a dupla queimou o corpo do cachorro.

Além de outras gravações do momento da morte do animal, a polícia encontrou mensagens de texto trocado entre Marianna e Jarren comentando o caso. O cão, um macho da raça pitbull, se chama Camboul e era treinado pelo exército.

Foto: Reprodução/Youtube

ver mais notícias