Americano afirma que roubou US$ 7 bilhões porque Jesus quer que ele fique rico


Um norte-americano acusado de ter acumulado US$ 7 bilhões (cerca de R$ 21,8 bilhões) em transferências fraudulentas afirmou, em audiência na Justiça, que só roubou o dinheiro porque Jesus queria que ele ficasse rico.

John Michael Haskew, morador de Lakeland, na Flórida (EUA), foi preso em dezembro do ano passado depois de ter feito transferências bancárias fraudulentas de uma “renomada instituição financeira” para sua própria conta.

Informou que precisava de dinheiro para pagar uma dívida com o governo federal e usou um esquema para fazer mais de 70 transferências que acumularam um total de US$ 7 bilhões. Ele afirmou que acreditava que era merecedor do dinheiro porque “Jesus quer que todos sejam ricos”. Disse ainda que com o esquema criminoso iria conseguir “obter a riqueza que Jesus criou para ele e que pertencia a ele”.

E apesar de todos os seus argumentos, usando a sua suposta “fé”, Haskew pode ser condenado a até cinco anos de prisão e terá de pagar uma multa de até US$ 250 mil (cerca de R$ 780 mil).

ver mais notícias