Mãe de bebê jogado no Rio Negro é presa por roubo e faz pose para foto em delegacia do Amazonas

Na noite desta terça-feira (9), Cleudes Maria Batista de Moraes, de 23 anos, e Ingrid Ferreira Duarte, de 20 anos, foram presas em flagrante pela Polícia Militar de Manacapuru após roubarem uma loja de roupas no Centro do município.

Cleudes ficou conhecida após a grande repercussão na mídia do caso do bebê jogado no Rio Solimões, em agosto de 2015, onde ela afirma que durante uma briga com o parceiro por pensão alimentícia, o pai jogou a criança. Depois do caso, Cleudes aparece constantemente em páginas policiais.

A Polícia afirma que a dupla entrou na loja fingindo serem clientes e foram detidas logo após serem flagradas furtando objetos do local. Elas foram seguradas pelos funcionários até a chegada da equipe policial.

As duas foram encaminhadas para a Delegacia Civil de Manacapuru e devem responder por furto.

Foram apreendidos com elas 3 shorts femininos, 1 bermuda jeans, 2 blusas femininas, 2 caixas de creme de leite, 1 lata de goiaba e 1 protetor solar.

Desde o caso de seu bebê, Cleudes já se envolveu em casos de agressão física no município de Novo Airão, onde foi vítima, além de ter sido acusada em Manacapuru de ser envolvida com o tráfico de drogas e furto.

Na delegacia, Cleudes e Ingrid fizeram poses para fotos.

ver mais notícias