Homem que roubava crânio de sepultura para fazer trabalho de ‘macumba’, é preso

Novo Airão – O ajudante de pedreiro Valdivino Lima de Menezes, 36, conhecido como “Beira-Mar”, foi preso por violar sepultura e ocultar cadáver, após retirar um crânio de um cadáver para realizar um trabalho de ‘macumba’ por R$ 100, segundo informações da Polícia Militar (PM-AM). O caso aconteceu no município de Novo Airão (a 115 quilômetros a noroeste de Manaus), na madrugada deste sábado (17).  Zakia Andreza De Amorim, 42, que encomendou a ação, também foi presa.

De acordo com a PM, por volta de 2h30, Valdivino foi flagrado por um vizinho, que filmou o homem limpando o crânio após retira-lo da sepultura. Às 6h30, equipes da PM e da Polícia Civil foram até a casa do homem,  no bairro Santo Elias, onde ele foi questionado sobre o crime.

Valdivino informou que retirou o crânio a mando de Zakia, que o contratou por R$ 100 para realizar o trabalho. No entanto, como o crânio fedia muito, ela mandou que o homem lavasse o membro e que só iria pagar o total quando estivesse ‘seco’.

Ainda de acordo com a polícia, Valdivino tentou se livrar do crânio o jogando em via pública, na Rua Raimundo Nunes. As equipes encontraram o crânio e, em seguida, se deslocaram para a casa de Zakia, no bairro Jardim Wilton, onde ela foi presa. A dupla foi levada para a 77ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP). Fonte D24

ver mais notícias