CBF reduz valor de ingresso para jogo Brasil x Colômbia em Manaus

maxresdefaultO preço dos ingressos para o jogo de futebol entre Brasil e Colômbia, no dia 6 de setembro, na Arena da Amazônia, em Manaus, será reduzido em 5% para as cadeiras superiores. Esses assentos correspondem a 50% dos disponíveis no estádio e passam a custar de R$ 220 para R$ 209 a inteira, e de R$ 110 para R$ 104,50 a meia-entrada. A partida entre Brasil e Colômbia faz parte das eliminatórias para a Copa Mundo de 2018, na Rússia.Os novos valores são resultado da audiência de conciliação realizada hoje (27) no Fórum Enoch Reis, na capital amazonense, entre representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Ministério Público do Estado (MP-AM).

A tentativa de acordo foi determinada pela justiça após uma ação do MP que considerou exorbitantes os preços dos ingressos, entre 110 reais e 400 reais, meia-entrada. A primeira audiência foi realizada na segunda-feira (25) quando a CBF pediu 48 horas para analisar as exigências. O Ministério Público não conseguiu a redução de 60% que havia pedido, mas segundo o promotor Otávio Gomes, houve avanço em outros pontos.

“Depois de exaustivas tratativas e negociações a gente chegou a um acordo possível com a CBF e ficou estabelecido que haverá a numeração dos ingressos vendidos. Haverá uma operacionalização disso para numerar os ingressos que serão vendidos e os que já foram vendidos para esse jogo. Também ficou estabelecido que haverá um jogo treino da seleção aqui em Manaus aberto para a população”, informou o promotor. Ele acrescentou que as pessoas deverão contribuir com um quilo de alimento não perecível que será destinado a entidades filantrópicas indicadas pelo Ministério Público. O dia e o horário do treino aberto da seleção brasileira ainda vão ser definidos.

Para o advogado da CBF, Roosevelt Jobim Filho, o acordo foi a melhor solução para o impasse. “A conciliação é sempre o caminho da resolução dos conflitos. A Confederação resolveu reduzir em 5% o valor do anel superior e também, em homenagem ao povo do Amazonas e a Federação Amazonense de Futebol, ela decidiu por dar o treino aberto da seleção brasileira. Quem ganha isso é o futebol, é o estado do Amazonas”, disse o advogado.

Segundo o presidente da Federação Amazonense de Futebol, Dissica Valério, os preços dos ingressos da Arena da Amazônia são mais altos porque o estádio possui menos assentos em relação às outras arenas do país. “O que aconteceu foi que a CBF não informou ao MP que nós temos aqui 24 mil assentos a menos. Essa foi uma informação que foi omitida e que causou todo esse mal-estar. Depois a gente conversou com o membro do Ministério Público. Isso justifica 40% em cima dos valores que foram praticados em outras capitais”, declarou Dissica.

A CBF informou que a venda dos ingressos, que estava suspensa pela justiça, será retomada ainda nesta quarta-feira. Os torcedores que já compraram as entradas para as cadeiras superiores serão ressarcidos e os tickets serão substituídos.

ver mais notícias