Samsung lança fones de ouvido fitness sem fio

Samsung Gear IconX conta com sensores para rastrear passos e monitorar batimentos cardíacos, além de armazenamento à bordo de 4GB.

Custando US$ 199, o novo Samsung Gear IconX pode ser o fone de ouvido mais caro que você poderá comprar. Mas a história aqui não se resume a qualidade do áudio.

A Samsung está vendendo o IconX como o fone de ouvido mais apropriado para os fanáticos por ginástica, academia e afins, graças ao design integralmente wireless e sensores que rastreiam passos e monitoram seus batimentos cardíacos.

Outros fones de ouvido sem fio, como o LG Heart Rate Earphones, são ligados um ao outro, assim como a uma base de controle. A base do LG conecta com o seu smatrphone por meio de Bluetooth e é isso que torna o acessório “wireless”. Mas o Gear IconX é completamente livre de fios. Eles não são nem mesmo ligados um ao outro. Ao invés disso, a Samsung usa um protocolo Bluetooth especial para conectá-los, enquanto mantém em perfeita sincronia o áudio.

E mais, você não precisará levar o seu smartphone quando você estiver se exercitando, uma vez que o aparelho conta com 4GB de armazenamento à bordo para música. Basta deixar os fones na base para carregá-los e os conecte ao computador. Assim, você poderá transferir faixas da sua coleção musical para os fones.

A bateria permite independência para 3,6 horas de uso contínuo para músicas armazenadas, se você usá-los para serviços de streaming, como o Spotify, a vida da bateria cai para 1,5 hora.

O acessório conta com um monitor de batimentos cardíacos a bordo, assim como um acelerômetro para coletar dados dos seus passos. O recurso de Voice Guide oferece relatórios em áudio sobre o progresso do seu exercício diretamente nos fones de ouvido, algo que pode ser um pouco incômodo.

Mas o Gear IconX também se emparelha com seu telefone, o que permite que você possa olhar em tempo real os dados obtidos do seu exercício diretamente no aplicativo Health, da Samsung.

A expectativa é que o dispositivo chegue ao mercado no terceiro trimestre desse ano.

ver mais notícias