CM7

     
 
 
Manaus, 17 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Estilo / Saúde / A verdade por trás das mentiras na saúde pública do Amazonas – relato de um médico

A verdade por trás das mentiras na saúde pública do Amazonas – relato de um médico

Da redação | 23/05/2016 20:10

Amigos,
Nós médicos e outros profissionais da área saúde estamos observando que há um número reduzido de informações quanto ao CAOS no qual que se transformará os serviços de saúde no estado, a partir das ações divulgadas na última entrevista às redes de comunicação. Portanto, cabe a nós divulgar os fatos, ou seja , a verdade por trás das mentiras desse governo.

Seguem as atualizações:
✅O govermo do estado vai transformar 4 SPA’s, (Unidades de Pronto Atendimento),  em UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE. 
Vocês têm ideia do que isso significa? 
Exemplo: uma criança, poderá ser um filho seu, com quadro convulsivo ou uma crise asmática (70% dos atendimentos de emergências pediátricas), simples de serem resolvido com suporte medicamentoso (aniticonvulsivantes, oxigenioterapia, broncodilatadores, corticorapia, etc) monitorização e leito de reanimação/observação, DEIXARÃO DE SER ATENDIDAS E OS PROBLEMAS DEIXARÃO DE SER RESOLVIDOS NESSAS UNIDADES!

✅CAIC’S/CAIMI’S vão funcionar tudo juntos, inclusive misturando adultos ou idosos doentes com crianças sadias.
Assim, quando precisarem levar os filhos ou os idosos para um atendimento básico (reavaliação pós tratamento, vacinação, acompanhamento do desenvolvimento, tratamento de doenças crônicas, etc) as portas dos serviços especializados estarão fechadas!

Tudo está acontecendo debaixo dos vossos narizes. 
Nós, profissionais da área de saúde, que trabalhamos como prestadores de serviço, embora  sem direito à greve/paralisação, estaremos nos mobilizando para protestar contra esse ABSURDO, planejado na SURDINA, na calada da noite, de forma impiedosa, sem a menor consideração em avisar com antecedência a população, aos diretores de unidades e às empresas prestadoras de serviço (inclusive descumprindo itens de contrato),  demonstrando a total falta de caráter deste governo!
Nós médicos, poderíamos deixar isso passar, porém essa atitude vai de encontro à nossa ética e, principalmente, AO NOSSO JURAMENTO!

Por isso, vamos lutar juntos com a população para que esta vergonhosa atitude seja revertida pois pensamos em primeiro lugar na saúde da população em geral.

Porém, PRECISAMOS DO SEU APOIO, DO APOIO DA POPULAÇÃO, esta sim a maior prejudicada com essa “PUNHALADA NAS COSTAS” de um governo incompetente e desumano. 
Este governo inclusive mentiu para a população na última entrevista na qual divulgou essas medidas estapafúrdias, dizendo que estaria reduzindo ao mínimo o apoio à festas, como o Boi de Parintins, e reduzindo os gastos em outras áreas, MENTIRA!!!!! 
Qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento sabe que as verbas destinadas ao Festival Folclórico NÃO SÃO ENTREGUES faltando um ou dois meses do evento e é ÓBVIO que esses cortes, se houver, serão mínimos, pois 99% dos valores HÁ MUITO TEMPO já foram repassados aos promotores do evento. Eles usaram o exemplo de cortes no festival para dizer que cortaram em tudo, MAS É MENTIRA: 90 % dos corte foram NA SAÚDE. 
Não custa lembrar que em nenhum momento mostraram os cortes nos cargos comissionados que são cabides de emprego e manutenção do apoio político na Assembleia Legislativa através do “toma lá – dá cá”, esses sim que oneram o erário público e só servem para a manutenção política e não atende às necesdidades básicas da população, e são nessas necessidades que eles estão cortando.

Ano passado já haviam sido feitos cortes importantes na área da saúde com a redução no número de plantonistas de pediatria, clínica geral, ortopedistas e cirurgiões, que tem SUPERLOTADOS  os Pronto Socorros, nesta epidemia de zica, dengue e outras doenças exantemáticas.

Imaginem se já está lotado as unidades o que acontecerão se este número reduzir mais ainda????

✅Cardoso Fontes, maior centro especializado no tratamento da Tuberculose será fechado!
Os nossos índices de infecção que são os maiores do país poderão levar o Amazonas em epidemia desta doença!

Nós, médicos das empresas prestadoras de serviço, abrimos mão de reajustes para não deixar a população sem atendimento. A maioria das empresas está há dois meses sem receber e com promessas não cumpridas de acertos desde dezembro de 2015. 

Vamos divulgar estas informações aos amigos, colegas de trabalho, de faculdade, no “boca a boca” e nas redes sociais, além de participarem, se possível, das manifestações que vão começar a ocorrer!

Lembrem-se que uma meia dúzia de vagabundos travestidos de artistas, conseguiram cancelar a extinção do MINC para manterem-se pendurados nas tetas do governo federal. 
Será que nossa população, unida, não conseguiria reverter essas atitudes absurdas do govermo do estado????
Pensem nisso!

Juntos, unidos podemos mudar esta situação!

* Uma carta reveladora de um médico

 

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA